literaturas 

 
início  

Caninos Brancos

     Este livro foi escrito por Jack London. Li sem a menor expectativa, sem pesquisar antes nem sabendo do que se tratava, li como um passatempo e... me A-P-A-I-X-O-N-E-I!

 

     Ao procurar mais sobre o livro achei a descrição em um site a qual descreve perfeitamente a emoção de ler CANINOS BRANCOS, publiquei abaixo.
 

 
voltar  

  "O Livro conta a história de Caninos Brancos, um cão, sim, um cão." ... "Jack London me fez apaixonado pela vida desde cão (ou 75% cão já que em uma parte ele é lobo). É incrível a capacidade do autor mudar de personagem central da história, e, mais do que isto, fazer você se apegar à este personagem. O livro é perfeito para quem não entende a natureza, seus segredos e o instinto de sobrevivência dos animais.
     É extremamente forte e violento, as lutas cheias de sangue e fraturas que parecem sair do livro são explícitas e, na maioria das vezes, chocam o leitor.
     O selvagerismo acompanha a doçura do cão e a personalidade dele muda conforme seu crescimento e as circunstâncias de sua vida. Você cresce junto ao personagem, torce por ele, fica furioso e muitas vezes clama a morte dos humanos por maltratar os animais, isso tudo, até você se lembrar que está do lado contrário da história.
     Aliás,  enquanto  no começo do livro  você torce pela vida humana, no final, quando você se dá conta, já  não  se  conforma  com

   
   

ela e prefere que Caninos Brancos sobreviva do que qualquer homem desprezível que aparece no livro.
     O livro fala por si mesmo, não precisa da intervenção do autor em nenhum momento. Você despercebe o narrador e seu ponto de vista.
     É um livro que foi escrito em 1910 e não é desatualizado.
     Deixe de ler este livro e perca a única chance de aprender uma lição de vida com Jack London, não... perca a única chance de aprender uma lição de vida com Caninos Brancos.
"

Por Conteúdo Jovem