curiosidades 

 
início como os gatos e os cães bebem água?

     Sabemos que não utilizam utensílios (copos, canudos) e não succionam/chupam (devido a subdesenvolvimento dos músculos das bochechas), então como bebem água? Quem de nós nunca tentou tomar água como um cachorrinho ou um gatinho, principalmente quando crianças? E não conseguimos! Isto acontece porque não temos a mesma rapidez dos gatos e nem utilizamos as técnicas secretas que os cães e gatos utilizam. Vamos desvendar estes segredos?

     Nesta matéria demonstraremos em vídeos e com explicações como eles conseguem esta façanha.

     Abaixo esta exposto os dois vídeos onde cada "amigdepatas" demonstra qual é o seu segredo na hora de tomar água.

     Tanto os cães quantos os gatos utilizam a língua para levar a água até a boca, este órgão é muito importante não só para beber água, clicando nos respectivos links você terá mais informações sobre a língua felina e a  língua canina.

     Os cães fazem uma espécie de conchinha dobrando a ponta da língua para baixo em formato de "J" e a recolhe trazendo uma pequena quantidade de água dentro desta "concha", como mostramos abaixo:

 
Voltar  
   
 

Como os Cães bebem.

 

 

 
   

     Ao contrário dos cães, que se lambuzam enquanto bebem, os gatos só molham a parte superior da língua. Com movimentos rápidos, eles formam uma coluna com o líquido e conseguem driblar a gravidade durante o tempo necessário para ingeri-lo.

     Como o movimento dos felinos é muito rápido (com velocidade de aproximadamente 1m/s sua língua vai até o líquido e volta, podendo repetir esse movimento quatro vezes por segundo levando 0,1mL de líquido por vez) não pode ser observado a olho nu, os pesquisadores usaram vídeos que permitiram uma análise quadro a quadro. Eles perceberam que os gatos projetam a língua como um ‘J’ invertido e só a parte superior entra em contato com o líquido.

     Esse processo cria uma coluna de líquido. Quando o gato fecha a boca, ele bebe parte dessa coluna. O felino sabe exatamente quando fechar a boca, se esperasse mais uma fração de segundo, a gravidade faria com que a coluna se rompesse e a maior parte do líquido cairia novamente na tigela.

 

 
   

Como os gatos bebem.