curiosidades 

 
início porque os gatos arranham?

     Cães e gatos apresentam algumas diferenças com relação as unhas, a mais notável é que os cães permanecem com elas expostas, enquanto os gatos possuem um músculo que mantêm elas escondidas, expondo-as somente quando querem.

     Esta diferença faz com que as unhas dos felinos (com exceção do leopardo que apresenta as unhas expostas como os cães) mantenham-se afiadas. Demonstramos na ilustração abaixo esta diferença. O gato apresenta na foto abaixo as suas duas apresentações: unhas expostas e unhas retraídas. A ilustração do meio é o mecanismo de ligamentos que os felinos apresentam para expor ou retrair as unhas, e a direita a foto de um cão que não apresenta este mecanismo, permanecendo com as unhas sempre expostas; note que suas unhas são gastas naturalmente não precisando afiá-las como os gatos.

 
Voltar  
   

 
   

     Existem vários motivos para que os gatos arranhem o sofá, cortinas, pé de mesas e cadeiras, desfiem tapetes, etc., um deles é a renovação e afiação das unhas. As unhas dos gatos, são como as nossas, crescem constantemente; assim como nós cortamos e lixamos, eles também precisam de manicure. Com o arranhar ocorre renovação das células mortas, retirando pedaços de unha solta e velha, mantendo as unhas devidamente afiadas para uma defesa se necessária.

     Todos sabemos que os nossos bichanos são muito preguiçosos e dorminhocos e após uma longa soneca, nada melhor do que uma boa espreguiçada, não é? E aí está outro bom motivo para arranhar: cravando as unhas no sofá! Os gatos utilizam as unhas para alongar os músculos. Como vimos na anatomia dos felinos acima, os gatos tem um músculo que retrai as garras, ao cravar as unhas no sofá e se espichar ele consegue alongar seus músculos, o que lhe dá toda esta elasticidade. Por sinal devemos seguir seu exemplo, o alongamento faz muito bem a saúde.

     Para completar, tem outro motivo para todo aquele estrago na nossa mobilía, é a demarcação de território. Assim como os cães os gatos também precisam demarcar o seu território para que "intrusos" não entrem, mostrando que determinado local já tem dono. Eles fazem isto de várias formas, e uma delas é com as marcas de arranhões. Com o ato de arranhar os felinos deixam seu sinal a outros felinos, juntamente com o seu cheiro, afastando-os.

     Concluindo, arranhar faz parte da natureza do nosso "amigdepatas" felino, e não tem como evitar, até para que ele tenha uma vida saudável; mas isto não quer dizer que tenhamos que sacrificar nossa mobília, podemos ensiná-lo a afiar suas unhas em equipamentos específicos, aprenda como fazer isto na secção adestramento.