curiosidades 

 
início porque os cães correm atrás do rabo?

     É muito comum assistirmos um cão "brincando" de correr atrás do seu rabo, achamos até engraçado, mas saiba que esta brincadeira não é sadia.

     Quando nosso "amigdepatas" tem esta atitude é um sinal de alerta, devemos ficar atentos ele pode estar tentando chamar a nossa atenção, além de estar entediado, gerando uma ansiedade ou até mesmo ter algum desconforto na região do rabo e ânus.

 
Voltar  
   
 

     Se seu cão ao pegar o rabo está causando traumatismo, é recomendado levá-lo ao veterinário para controlar a automutilação. Além disto, é necessário examiná-lo para descartar qualquer prurido (coceira), ardência ou alergia que possa provocar tal comportamento.

     Observe também como esta a sua rotina com relação ao seu animal, ele permanece muito tempo sozinho? Tem brinquedos? Tens passeado com ele? Cães necessitam caminhar, não adianta somente ter um quintal grande para correr.

     Houve alguma mudança na rotina, você está trabalhando  muito?  Quem  sabe seja necessário

 
   

adquirir um outro cachorrinho para fazer companhia ao seu "amigdepatas". Acesse nossa seção adote-me.

     Muitos cães estressados ou entediados controlam a sua ansiedade se divertindo correndo atrás do rabo. Com isto além de chamar sua atenção queimam energia até ficarem saciados e dormirem.

     Raças de cães caçadores podem desenvolver a perseguição do rabo para suprir este instinto.

     Uma sugestão, existe inúmeros brinquedos que ajudam a seu cãozinho a brincar e canalizar sua energia, dentre eles, possui uns chamados "brinquedos inteligentes" que entretém o animal por horas, recompensando-os com petiscos conforme brincam. Como por exemplo, uma garrafa pet com ração dentro, conforme vão rolando vai caindo a ração estimulando o animal a rolar mais; de preferência coloque pedaços maiores de bifinhos para que não saiam facilmente. Abaixo ilustramos alguns destes brinquedos encontrados nos melhores pet shops.

 

 
   

     Outra sugestão é ir trocando os brinquedos; não deixe sempre os mesmos, renove alguns e esconda os mais velhos, invertendo-os futuramente.

     Se a causa é stress e mesmo com estas dicas você não conseguiu resolver esta questão, é aconselhável levá-lo a um veterinário para tratamentos complementares com florais, adestramento ou homeopatia.