doenças 

 
início Piometra imagens

 

     Como ressaltei anteriormente estas imagens podem ser um pouco fortes para pessoas mais sensíveis, mas é de extrema importância publicá-las visto que a utilização das "vacinas anti-cio" (anticoncepcionais injetáveis ou orais) aumentam a incidência desta doença. lverem, causando assim a piometra.

 

 
Voltar  
   

     Caso 1: Cadela de aproximadamente 4 anos, SRD. Teve uma cria no primeiro cio e a partir dai foi utilizado anticoncepcionais injetáveis e orais para evitar prenhez. Diagnosticada com Piometra Fechada, confir-mada por ultrasson.

 

     Caso 2: Cadela de aproximadamente 15 anos, da raça Pinscher. Utilizava os anticoncepcionais injetáveis para evitar prenhez. Apresentava secreção vagi-nal purulenta e fétida. Piometra Aberta.

 
 

     Caso 3: Cadela de aproximadamente 4 anos, da raça Pequinês. Secreção vaginal purulenta, secreção ocular e coriza, falta de apetite. Diagnóstico de Piometra Aberta confir-mada por ultrasson.

 

     Caso 4: Cadela de 7 anos, da raça Poodle, nunca criou e nem utilizou anticoncepcional, apresentou sinais de intoxicação, secreção ocular, perda de apetite e secreção vaginal purulenta e fétida. Diagnos-ticada com Piometra Aberta.

 

Caso 5: Gata de 8 meses, SRD, nunca criou e nem utilizou anticoncepcional, apresentou secreção vagi-nal, sem sinais de intoxica-ção ou indício de infecção. Proprietária tinha interesse na castração. Foi um acha-do cirúrgico. Diagnosticada com Piometra Aberta.