vacinas 

 
início vacina contra dermatofitoses

     A dermatofitose é uma doença causada por fungos, comumente conhecida como "tinha", é uma enfermidade infecto contagiosa produzida por um fungo de nome Microsporum canis que afeta cães, gatos e seres humanos. Está amplamente distribuída em todo o mundo e é muito importante por se tratar de uma zoonose (doença que se transmite entre homens e animais).

     Os sintomas clínicos são: Alopecia circular com um halo de eritema excêntrico, principalmente ao redor das orelhas, olhos, patas e focinho. Podem ser únicas, múltiplas ou generalizadas, afetando todo o sistema piloso (pele). Geralmente é não puriginosa (não causa coceira). Há casos em que animais infectados não apresentam sinais clínicos.

     A vacinação Biocan M é usada tanto no tratamento quanto para a prevenção.

     Para o tratamento é necessário 3 doses, sendo o intervalo entre a primeira dose é a segunda de 14 dias e entre a segunda e a terceira de 24 dias. Em cães a administração é IM e em gatos SC.

     Para a prevenção, vacina-se o seu "amigdepatas" com mais de 3 meses de idade, administrando 2 doses, com intervalo de 14 dias e reforço anual.

     Aconselha-se não ingressar animais não vacinados em criatórios onde haja animais livres de tinhas. A vacinação de animais deve ser feita pelo menos 1 e 1/2 meses antes do ingresso no novo habitat, ja que a taxa ótima de anticorpos protetores é atingida 1 mês após a segunda dose vacinal. Isto é de suma importância em criatórios onde é comum a chegada de animais estranhos a população estável, tanto para alojamento como para melhoramento e renovação do plantel.

     Recomenda-se o banho com shampoo antifúngico, assim como a tosa para diminuir a presença de esporos e sua eliminação ao meio ambiente, em como a desinfecção ambiental frequente, para evitar a recontaminação.

 

 
Voltar